Implicações de atitudes a serem tomadas para a eficácia da segurança em áreas comuns de condomínios. Entenda mais!

A união de propriedades em um espaço de exercício comum pode ser classificada como uma organização condominial. A área comum geralmente tem seu acesso realizado de forma controlada aonde apenas os moradores tenham possibilidade de transito. A busca pela tranquilidade e segurança, entre outros interesses comuns, devem ser defendidos e preservados pelos interessados.

A manutenção da segurança, limpeza e conservação geral dos espaços comuns devem ser realizadas de maneira compartilhada com trabalho de gestão e mediação de um síndico, geralmente eleito, que fica a encargo de decisões administrativas. A alternativa mais viável para melhor organização e modelos sustentáveis de gestão em grandes condomínios está em encargo de uma administradora de condomínios terceirizada.

A segurança passa desde edificações seguras e bem cercadas, iluminadas à funcionários dedicados à manutenção deste foco. Porteiros e seguranças privados podem realizar o trabalho de ronda dependendo do tamanho da área do local.

É possível pensar em alguns padrões de segurança indicados pelas polícias militares:

  • Barreiras físicas: Estruturas como muros, cercas, guaritas e cancelas
  • Iluminação: Fundamental para a eficácia da segurança em áreas comuns. Holofotes, luzes espalhadas, sensores de presença e luzes automáticas ao escurecer do dia
  • Sistema de câmeras: Sistema integrado vigiado geralmente por uma guarita central de segurança
  • Alarmes: Conjunto de sistemas sonoros que podem disparar sinais à policia local. Alarmes de presença, botões de pânico, entre outros artifícios.
  • Cercas eletrificadas: Auxilia na prevenção contra invasões possível pelas cercas e muros.
  • Acesso controlado: Identificação de moradores e carros através de sistemas diversos de reconhecimento de moradores e visitantes

Tais atitudes de prevenção e combate à problemas na segurança devem ser claros e bem fixados para a harmonia do conjunto condominial. O conselho dos condôminos podem realizar assembleias para decisões e esclarecimentos junto às questões de segurança e junto à administradora de condomínios responsável para manter ciência e aplicar as decisões de maneira conjunta e segura.

O conhecimento de legislação e o profissionalismo do corpo de trabalhadores são essenciais. Equipamentos de segurança, acesso e comunicação sempre atualizados e com manutenção em dia conferem a segurança essencial das áreas comuns bem como as privativas.